• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

Pilates: o melhor amigo do Ballet


Todos sabemos que o ballet exige equilíbrio, força e flexibilidade. Então qual seria a melhor forma para adiquirir essas três qualidades ao mesmo tempo? A resposta certa é o Pilates!

Pilates é um método de condicionamento físico e mental criado pelo alemão Joseh Pilates, que mesmo com exercícios aparentemente suaves proporciona alongamento e fortificação do corpo de forma integrada e individualizada. Parece bom? Além disso melhora a respiração, diminui o stress, desenvolve consciência e equilíbrio corporal. Por isso eu digo que o Pilates é o melhor amigo do Ballet!

Eu fiz pilates durante todo o ano passado e notei que muita coisa melhorou no meu corpo. Por isso não vejo a hora de voltar a "pilatear".

Coisas que melhoraram em mim após o pilates:

1 - Eixo para piruetas

2 - Força e equiíbrio na meia ponta

3 - Sustentação da perna a 90 graus

4 - Flexibilidade

5 - Diminuição de dores nos joelhos

Curiosidade:

Joseph e sua terceira esposa, a jovem enfermeira Anna Clara Zuener, fundaram um estúdio na cidade de Nova Iorque, por volta de 1929. O espaço ficava na Oitava Avenida, em um prédio cheio de artistas e próximo de vários estúdios de dança. Isso permitiu que renomados coreógrafos e dançarinos descobrissem o método de Joseph, como George Balantine e Martha Graham.

A proximidade com o mundo da dança tornou o método Pilates famoso entre os bailarinos e atores de Nova Iorque, que buscavam desenvolver força e postura, além de usar os exercícios para a reabilitação. Os exercícios de Pilates têm muitas referências ao balé clássico, como os alongamentos no Barrel e no Cadillac.

Fonte de pesquisa: http://revistapilates.com.br/joseph-pilates/

#Pilates #equilíbrio #balletadulto

0 visualização