• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

A Morte do Cisne


Muita gente acha que a coreografia da morte do cisne pertence ao Lago dos Cisnes, eu inclusive achava e fiquei frustrada quando assisti ao Lago pela primeira vez e o cisne não morreu!! Então fui pesquisar.

“A Morte do Cisne”, foi criada pelo russo Mikhail Fokine em 1905 (também encontrei o ano de 1907), com música de Camille Saint-Saens para Anna Pavlova, é um solo que se tornou um dos mais conhecidos mundialmente, também o solo mais famoso de Anna Pavlova.

A peça conta a história do ultimo vôo de um cisne antes de sua morte. A coreografia tem como passo básico o pas de bourrée – simples sob o ponto de vista da técnica de pontas, mas cada movimento do torso e dos braços exige tal capacidade de expressão, com dramaticidade e emoção de vôo, que torna esta performance dificílima e de uma beleza única.

Foi apresentado pela primeira vez em St. Petersburgo, na Rússia , em 1905 e desde então, influenciou interpretações modernas de Odette no Lago dos Cisne de Tchaikovsky e inspirou diversas adaptações e interpretações não tradicionais.

Eu tive o privilégio de assisitir em 2014 na Grande Gala do Ballet do Teatro Mariinsky, Ulyana Lopatkina dançando a Morte do Cisne. Foi tão emocionante que chorei do início ao fim, acho que foi a coisa mais bonita que vi em toda minha vida.

Como surgiu? Inspirado por cisnes que ela tinha visto em parques públicos e pelo poema de Alfred, Lord Tennyson "A Morte do Cisne", Anna Pavlova (que tinha acabado de se tornar uma bailarina no Teatro Mariinsky ) perguntou para Michel Fokine , que também tinha lido o poema, se ele poderia criar um solo de balé para ela, que iria o apresentar um concerto em 1905 sendo dado por artistas do coro do Mariinsky Imperial Opera.

Fokine sugeriu solo de Saint-Saëns,em violoncelo Le Cygne da peça Le Carnaval des Animaux e o ensaio realizado em casa com o acompanhamento de um bandolim.

Fokine comentou para na revista Dance Magazine de agosto de 1932 o seguinte: "Era quase um improviso. Dancei na frente dela, ela logo atrás de mim. Em seguida, ela dançou e eu caminhava ao lado dela, curvando os braços e corrigindo detalhes de poses. Antes dessa composição, fui acusado de tendências de dançar descalço e de rejeitar dança nas pontas. A Morte do Cisne foi a minha resposta a essas críticas. Esta dança tornou-se o símbolo do Novo Ballet Russo . Foi uma combinação de técnica magistral com expressividade. Foi como uma prova de que a dança pode e deve satisfazer não só o olho, mas por meio do olho deve penetrar a alma."

Curiosidades

  • Estima-se que a dança tenha sido realizada por Pavlova cerca de 4.000 vezes

  • Anna Pavlova morreu em 1931 de pneumonia no auge de sua fama perto de completar 50 anos. Segundo testemunhas antes de morrer, Pavlola pediu que preparassem seu figurino da Morte do Cisne.

  • O Carnaval dos Animais, em francês: Le carnaval des animaux, é uma peça para dois pianos e orquestra do compositor francês Camille Saint-Saëns composta em Fevereiro de 1886, quando o compositor passava férias na Áustria.

  • O compositor não permitiu que a obra fosse publicada durante a sua vida, pois temia que ela arruinasse sua reputação de "compositor sério". A obra foi publicada apenas após a sua morte (com exceção do movimento O Cisne que por ter caráter mais sério foi publicado durante a sua vida).

fontes:

https://pt.wikipedia.org/wiki/O_Carnaval_dos_Animais

https://pt.wikipedia.org/wiki/

http://www.escolabolshoi.com.br/bolshoi/Portugues/detNoticiaAntiga.php?cod=326

http://thenewballetdiaries.blogspot.com.br/2012/11/a-morte-do-cisne-morte-da-alma-de-um.html

#balletclassico #balletrepertório #cisne

0 visualização