• Thiana Calmon

5 dicas imperdíveis para homens na dança


O post de hoje tem um gostinho especial por motivos de: 1) AMO qualquer assunto relacionado aos homens que dançam e 2) foi um convite super especial da Thiana, do Blog “Eu, Bailarina“, onde ela fala sobre Ballet Adulto. Explico: Semana passada, ela recebeu uma foto de um leitor/seguidor que começou a fazer Ballet já mais tarde, com 20 anos. E ela compartilhou comigo que acha que às vezes os meninos que dançam são um pouco deixados de lado, por ser um público muito restrito. E ela comentou com a pessoa certa! rs

Thiana, muito obrigado pelo convite e confiança!

Como vocês sabem (e já falei sobre isso aqui e aqui), sou defensor ao extremo da inclusão de assuntos relacionados aos homens, bem como adjetivos também no masculino quando nos referimos à Dança. Pensando nisso, escrevemos 5 dicas que todos os homens que dançam ou querem se aventurar por esse maravilhoso mundo não podem deixar passar batido! Confira só:

1) Bolsa de Estudos Essa dica é importantíssima, pois representa, muitas vezes, o início de tudo!!! Muitos meninos não possuem apoio familiar quando desejam ingressar na Dança (meu caso, por exemplo! Até falei um pouco sobre isso aqui) e, com isso, acabam não tendo o suporte também financeiro necessário.

Isso não é mais desculpa, meninos!

A maioria das escolas de Dança oferecem Bolsas de Estudos (muitas, inclusive, integrais). Converse com o Diretor da escola da sua cidade e saiba se oferecem algum tipo de ajuda, quais são as condições, contrapartidas. Tirem todas as dúvidas possíveis, por mais que julgue ser “bobas“. 2) Aulas de Pas de Deux É essencial que todos os homens que dançam tenham o domínio da técnica do Pas de Deux. E quando digo isso, não estou me referindo somente àqueles que fazem Ballet Clássico. Em todas as modalidades de Dança, alguma vez na vida, você irá dançar com outra pessoa. Portanto, quanto antes você investir em uma aula de Pas de Deux, melhor será para você e para seu/sua parceirx. 3) Exercícios para membros inferiores Quando você assiste a um Ballet, por exemplo, quais são os movimentos mais característicos dos homens? Pois é, os saltos… E para isso é preciso muuuuuito trabalho nos membros inferiores. E, claro, são inúmeros exercícios que existem. Mas uma dica de treino que é ótimo para as coxas é esse:

Livro: Anatomia da Dança – Autor: Jacqui Greene Haas

a) Afaste os calcanhares da parede cerca de 60cm. Com as costas apoiadas, coloque uma pequena bola entre os joelhos e inspire; b) Expire e execute um demi-plié (uma pequena flexão dos joelhos), deslizando as costas pela parede; c) Fique nesta posição entre 2 e 4 segundos; d) Retorne a posição de início; e) Inspire; f) Expire e execute um demi-plié mais amplo, tomando cuidado para não ultrapassar 90° de flexão de joelhos; g) Fique nesta posição entre 2 e 4 segundos; h) Retorne a posição de início.

Repita a série de 4 a 6 vezes.

4) Outras modalidades de Dança e Teatro Pense em investir também em outras modalidades de Dança e em aulas de Teatro. Bailarino versátil é bastante valorizado e nunca se sabe para qual lado seguiremos no futuro, não é?! Por exemplo: Eu AMO Jazz, mas nem por isso deixei de investir em aulas de Ballet Clássico e Contemporâneo, além do Teatro. Poderia ser que eu fosse trabalhar com Musicais (e precisaria do Jazz, do Teatro e de Canto, muitas vezes), como também poderia dançar no Grupo Corpo, que é um Cia de Dança Contemporânea, mas com fortíssima base do Ballet Clássico. E Teatro… todo bailarino, enquanto dança, está representando. Não tem nada melhor que aprender um pouco mais. Muito pelo contrário, é um grande diferencial! 5) Musculação

Escola do Bolshoi no Brasil – Foto: Vania Toledo / Divulgação

Sim! Eu sei! Alguns já torceram o nariz quando leu esta dica e devo confessar que eu também detesto ficar puxando ferro.

Porém, é necessário!

E não digo isso somente por causa da força necessária nos levantamentos das bailarinas e nos saltos que bailarinos realizam todos os dias. Eu falo isso por saúde mesmo! Quando eu tive meu menisco rompido, a primeira coisa que o médico me recomendou foi que eu entrasse na musculação para fortalecer ainda mais os quadríceps e aliviar meus joelhos. Que tal seguir essa recomendação antes mesmo de ter que encarar a mesa de cirurgia?!

E aí, meninos, o que acharam deste post feito para vocês (nós, na verdade!)? E as meninas, sentiram falta de alguma dica importante para seus partners? Deixe seu comentário com a sua opinião! =)

Ricardo Pina tem 29 anos e é graduado em Administração e Dança. Ama a dança de uma tal forma que não sabe explicar aquele sentimento segundos antes de pisar em um palco. Já foi professor de Ballet Clássico e Jazz. Hoje faz aulas de dança como hobby e é colunista da revista Dança Brasil.

Acompanhe Ricardo Pina em:

www.bolsadebailarinos.com.br

@Bolsadebailarinos

facebook.com/bolsadebailarinos

#dicas

1,138 visualizações
  • Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com