• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

Reflexão sobre ensino de ballet adulto iniciante


Se existe algo delicado quando o assunto é ballet adulto é a relação aluno x professor. Acho que a maior dificuldade é não existir um "padrão" ou orientação para ensino de adultos, durante muitos anos as aulas para adultos eram destinadas apenas a profissionais ou pessoas que sempre fizeram ballet. Então eram aulas avançadas. Em contra partida, uma aula de iniciante para adultos não é a mesma para crianças. O adulto, na maior parte das vezes, tem uma consciência corporal maior que a criança, já completou seu desenvolvimento, e tem pressa.

A aula de ballet adulto na minha opinião depende de duas vontades: A vontade do aluno de aprender e a vontade do professor de ensinar. Cabe ao professor a sensibilidade de respeitar o limite de cada corpo, a necessidade de cada aluno. Alguns vão aprender mais rápido que outros, alguns terão mais dificuldades para decorar a sequência de aulas, outros dificuldades em conseguir o en dehors. Alguns terão um corpo que responde rápido. Tudo isso na mesma turma. Por isso dependemos tanto do olhar apurado do professor. Tenho sorte nessa área, tenho professoras excelentes!

Mas tem chegado para mim alguns relatos onde o professor não é tão paciente com um iniciante ou não corrige adequadamente, não dá a devida atenção a um aluno quando começa na turma. Tirando Rio e São Paulo, ainda temos poucos locais que oferecem ballet para adultos iniciantes em diferentes horários que se adequem a rotina de trabalho e família. Com isso muitas vezes o aluno entra no horário que tem disponível e em algumas vezes acaba entrando em uma turma um mais experiente. O que fazer nesse caso? Deixar de praticar não é uma opção para alguém que já teve a coragem de decidir que quer aprender ballet. Nesse caso o professor precisa ter paciência, carinho e compreensão com esse adulto que quer dançar.

Se isso está acontecendo com você que é aluno iniciante, não desanime, o problema não é você. Tente outra turma, outro professor, outra escola. Converse com colegas de turma, tente entender como foi o início de cada um. Se na sua cidade não tem outra opção e você quer muito aprender, não deixe de fazer aulas, e para complementar veja vídeos no youtube, acompanhe perfis que falem sobre ballet adulto nas redes sociais, leia livros e tenha em mente que você sim pode aprender.

Deixe sua opinião ou experiência nos comentários!

Participe também do nosso grupo no facebook "Vamos falar sobre ballet adulto?"

https://www.facebook.com/groups/1059152327483067/

#balletadulto

0 visualização