• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

8 Coisas que atrapalham sua evolução


Coisas que fazemos sem perceber que podem atrapalhar nossa evolução nas aulas de ballet (ou qualquer outro estilo)

1 - Medo de errar:

Aquela voz no fundo da sua cabeça dizendo que você não vai conseguir antes mesmo de tentar.

Aquele medo de errar e acharem que você é horrível

Aquela insegurança te dizendo que não sabe o que está fazendo ali.

Se você deixar esses pensamentos dominarem certamente você vai errar. Aula é para aprender, ser fosse para fazer certo se chamaria espetáculo, ok? Então vamos deixar as paranóias de lado e tentar fazer o máximo que puder.

2 - Vaidade

O completo oposto do item 1. Quando achamos que estamos bem, seguras demais, nos achando "a última coca cola do deserto" perdemos a chance de ouvir correções importantes e de evoluir. O maior erro de uma bailarina adulta é achar que não precisa de correção. Todo mundo precisa, até profissionais. Por que com você seria diferente?

3 - Usar "truques" para parecer melhor

Abrir o quadril para subir mais a perna no attitude ou no arabesque, forçar o pé mais que o joelho para ter uma quinta "bem fechada", virar en dedan para subir mais a perna no adágio, se pendurar na barra, dobrar a perna de base para o grand battment subir mais. Enfim, é uma lista interminável mas acho que já me fiz entender. Tudo isso pode massagear o seu ego, mas além de não ajudar nada na sua técnica e na sua dança ainda pode te machucar, ok?

4 - Não gostar de correção

Pode parecer mentira mas tem gente que não gosta de ser corrigida. Ninguém melhora sem correção. Acredite, se o professor corrige é porque você pode fazer melhor!

5 - Chegar atrasado

O aquecimento é parte importante da aula, tente ao máximo não atrasar.

6 - Perder aulas

Manter o ritmo de aulas é essencial para o corpo criar memória e desenvolver a musculatura necessária para a dança. Tente ao máximo não faltar!

7 - Pensar que alongamento/flexibilidade é tudo

Alongamento é importante mas não é o principal. Foque na técnica, na limpeza dos passos.

É mais bonito uma perna baixa bem colocaca que um pé na cabeça todo torto!

8 - Comparação

Se comparar com outras pessoas só gera frustração, não faça isso. Cada pessoa tem uma história, um corpo e uma genética diferente. Destaque seus pontos fortes e trabalhe nos seus pontos fracos. Se existe alguém mais avançado ou com mais facilidade que você que sirva como inspiração.

Concordam? Vamos tentar?

#dica #balletadulto #auladeballet

0 visualização