• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

Adultas Iniciantes podem usar pontas?

Atualizado: Fev 2


A pergunta que mais recebi nos últimos anos!

A resposta é SIM! Em quanto tempo? Não existe uma única resposta!

Depende de muitas coisas, entre elas:

  • quantidade de aulas por semana

  • conhecimento da técnica na meia ponta

  • Pés e tornozelos preparados (flexíveis e fortes e independe do tempo de ballet, algumas pessoas naturalmente tem os pés mais flexíveis ou mais colo de pé que outras, não se compare por isso, hoje no mercado existem diversos tipos de sapatilha justamente por esse entendimento)

  • consciência corporal (o uso da ponta exige muito do corpo todo)

  • preparo físico (costas, pernas e abdomen fortalecidos)

  • histórico (se a pessoa faz alguma ou já fez alguma atividade física pode influenciar)

Algumas pessoas começam aulas de ponta com 1 ano, 2 anos. Agora, subir na ponta é só o início do processo para DANÇAR na ponta. Para isso as aulas de técnicas de ponta tem todo um planejamento, primeiro quase tudo é feito de frente para a barra, aos poucos começamos a ficar de lado. Depois exercícios mais complexos. O que frustra muita aluna adulta é não saber que pra fazer na ponta o que já é feito na meia ponta precisamos de muito mais preparo.

Falando agora sobre minha experiência, eu tive minha primeira aula de ponta depois de 2 anos inteiros de aulas de ballet.

Fazia três vezes na semana. Na época a escola ainda não oferecia aulas de iniciação à ponta para adultos, nós fazíamos meia hora de técnica de pontas por semana no final de uma das aulas. Por isso o progresso lento, e só notei realmente diferença quando começamos uma turma específica de técnica de ponta que acontecia uma vez por semana por 1 hora. Depois de quase dois anos, a primeira apresentação usando pontas.

Como falei aí em cima e sempre repito, subir na ponta é uma coisa, dançar é outra.

Fazer a mesma coisa de ponta que fazemos na meia ponta é completamente diferente, pra mim é quase como reaprender tudo. O eixo muda, o esforço é muito maior, a colocação do corpo fica muito mais importante para não sobrecarregar os pés e tornozelos e permitir movimentos mais ágeis. Enfim, isso me fez ter mais consciência nas aulas de meia ponta. Tudo o que fazemos, desde o primeiro plié na barra é importante para nossa evolução e para que o corpo entenda e crie essa memória muscular.

Tudo é possível desde que feito com paciência, cuidado e dedicação.

Imagem ilustrativa de acervo gratuito

#ponta #sapatilhadeponta #balletadulto

194 visualizações