• Instagram - Black Circle
  • Facebook - Black Circle
  • Pinterest - Black Circle
eubai_001_logo_00h_f.png

© 2015 por Eu, Bailarina. Criado com Wix.com

  • Thiana Calmon

O que esperar na volta às aulas

Nesse período de volta às aulas pensei em ouvir mais do que apenas emitir minha opinião ou falar sobre minha experiência. Abri algumas perguntas lá no instagram (@eubailarina) e para mim o resultado foi dentro do esperado. O que esperam as alunas de ballet adulto? Nada mais que uma aula séria, com conteúdo, paciência, empatia e atenção, ou seja nada mais que qualquer aluno merece em sala de aula.



Ainda é dolorido pensar que muitos profissionais ainda não levam a sério um aluno que deseja dançar depois de adulto pelo simples fato de entender que não existe um futuro profissional ou que será muito difícil. Ou que o adulto entende a dança apenas como um hobby bobo.


O aluno adulto espera ser respeitado e ter um espaço onde se sinta acolhido com opções interessantes e professores pacientes e dedicados.


Então se você é aluno, veja que não está sozinho nos seus desejos. Agora se você é professor ou está à frente de um espaço de dança, desejo que (se ainda não faz) entenda seus alunos, converse, acolha e mais importante: Não subestime a capacidade de um corpo adulto aprender.


Aqui deixo algumas das respostas que recebi:


Pergunta: O que você espera de uma escola de dança?


Respostas:

"Atenção aos alunos de forma geral, e não só a um grupo específico, não ser ignorada"


"Paciência e compreensão com quem está começando depois dos 30"


"Acolhimento em relação aos diferentes corpos e pessoas que se conectem"


"Profissionais qualificados e evolução constante, independente da idade"


"Atenção e disponibilidade para adulto. E que não coloquem em qualquer turma para fazer volume"


"Procuro seriedade no trabalho"

"Quadro de horário diversificado e uma oferta maior para o público adulto não praticante de dança"

"Conhecimento e acolhida das diferenças" "Quando comecei, procurava um professor sério que ensinasse com qualidade e apoiasse os alunos"

"Horários variados, professores qualificados, beleza, pisos bons, janelas e preço bom"



Pergunta: Qual sua expectativa para esse ano?


Respostas:

"Zerar a abertura"


"Zero expectativa"


"Dar mais atenção ao meu corpo e aos meu limites"


"Nesse ano comecei minhas aulas de pontas... quero crescer e florescer!"


"As melhores, dançar com muita alegria, me sentindo a bailarina que sempre sonhei"


"Conciliar faculdade + ballet (tanto pelo preço, quanto pelo tempo)"


"Evoluir mais"


"Trazer dança e felicidade da forma mais correta e coerente possível para pessoas" - Palavras de uma professora de ballet para adultos



Pergunta:

Que atitude você espera de um professor que dá aula para adultos iniciantes?


Respostas:

"Acolhimento"


"Que realmente esteja lá para corrigir e não só deixar a aluna dançar errado por já ser mais velha" "Paciência e palavras motivadoras, que mostre que tudo tem seu tempo, pois o corpo já não é tão jovem"


"Empatia"


"Compreensão para com toda a carga e responsabilidade que um adulto carrega"


"Paciência e um trabalho diversificado"


"Paciência"


"Paciência! Explicar minunciosamente"


"Dedicação, não é porque temos dificuldade que vamos aceitar qualquer coisa"


"Perseverança e que nunca desista de mim"


"Professore que acolha e aumente a auto-estima dos alunos (porque o início sempre é tenso)"


"Correção como se fossemos dançar profissionalmente algum dia"


"Que seja compreensivo e não cultive um ambiente julgador"


"Consciencia estrutural e didática"


"Empatia! Algumas pessoas não querem ser profissionais, estão na aula por diversos motivos"

Pergunta: Você já desistiu de fazer aula porque não se sentiu bem no ambiente?

Respostas:

Foram 96 resposta onde 78% responderam que sim.



Para encerrar eu deixo aqui o que eu espero:

Que os profissionais que trabalham com adultos se atualizem, não subestimem a capacidade

de aprendizagem do corpo adulto iniciante, não subestimem a capacidade artística de uma pessoa, que entendam as necessidades de seus alunos, técnica, física e emocional. Que não deboche de um aluno, que não desista, que ensine a dança de verdade.

0 visualização